O mercado acionário brasileiro possui 14 companhias abertas do setor de Petróleo, Gás e Derivados. Este setor é fortemente influenciado pela Petrobras que vem agitando o mercado com fortes valorizações de suas ações (PETR3 e PETR4), como também pelas medidas em curso sobre o novo Plano de Negócios da companhia.

No 1º semestre de 2016 essas empresas totalizaram R$170 bilhões em receitas, dos quais R$142 bilhões vieram da Petrobras e R$24 bilhões da Braskem. Juntas essas duas companhias representam 97% do setor.

Olhando pela ótica dos resultados no 1S2016 a Braskem liderou com lucro de praticamente R$1 bilhão, seguida da Petrobras com R$518 milhões, ambas com quedas em relação ao 1S2015 de 18% e 90%, respectivamente. A OSX Brasil ocupou a última posição de resultados com prejuízo de R$688 milhões.

Leia o Artigo na íntegra clicando aqui.


Luiz Guilherme Dias é engenheiro, MBA em Finanças e Mestre em Economia Empresarial. Desenvolveu o Banco de Dados SABE, oriundo do IBMEC, que reúne mais de 100.000 balanços empresariais.