De 2014 para 2015, as companhias de capital aberto do Setor de TI tiveram juntas um crescimento de receita de 14,5%, queda de 2,5% na geração de caixa medida pelo EBITDA, redução de 7,8% nos resultados líquidos, aumento forte de 99% no endividamento líquido, mas aliviado pela relação entre dívida líquida e EBITDA (de 2,5 vezes em 2015), além de queda de 4,6 ppt na taxa de retorno para o acionista (ROE).

Continuando a série “Artigos Setoriais”, neste artigo apresentamos os grandes números do setor de Tecnologia da Informação, comparando os totais dos últimos dois anos das 7 empresas do setor, com informações extraídas de nosso Banco de Dados SABE.

Leia o Artigo na íntegra clicando aqui.


Luiz Guilherme Dias é engenheiro, MBA em Finanças e Mestre em Economia Empresarial. Desenvolveu o Banco de Dados SABE, oriundo do IBMEC, que reúne mais de 100.000 balanços empresariais.