add_theme_support( 'post-thumbnails' ); global $et_theme_image_sizes; $et_theme_image_sizes = array( '400x250' => 'et-pb-post-main-image', '1080x675' => 'et-pb-post-main-image-fullwidth', '400x284' => 'et-pb-portfolio-image', '510x382' => 'et-pb-portfolio-module-image', '1080x9999' => 'et-pb-portfolio-image-single', '400x516' => 'et-pb-gallery-module-image-portrait', '2880x1800' => 'et-pb-post-main-image-fullwidth-large', ); $et_theme_image_sizes = apply_filters( 'et_theme_image_sizes', $et_theme_image_sizes ); $crop = apply_filters( 'et_post_thumbnails_crop', true ); if ( is_array( $et_theme_image_sizes ) ){ foreach ( $et_theme_image_sizes as $image_size_dimensions => $image_size_name ){ $dimensions = explode( 'x', $image_size_dimensions ); if ( in_array( $image_size_name, array( 'et-pb-portfolio-image-single' ) ) ) $crop = false; add_image_size( $image_size_name, $dimensions[0], $dimensions[1], $crop ); $crop = apply_filters( 'et_post_thumbnails_crop', true ); } } O que é venture capital | Instituto IBMEC

Venture capital, capital empreendedor ou capital inteligente é um tipo de investimento importante nos mercados de capitais dos países.

 

De acordo com o Instituto Inovação, o venture capital é uma modalidade de investimento na qual investidores aplicam recursos em empresas com expectativas de rápido crescimento e elevada rentabilidade. Este investimento acontece por meio da aquisição de ações ou direitos de participação. Esta forma de operação, diferente de um financiamento, implica, além da entrada de recursos financeiros, em um compartilhamento de gestão do investidor com o empreendedor.

 

O investimento em venture capital pode ser realizado tanto por companhias de participações, gestores, por meio de fundos de investimentos estruturados para esta finalidade ou, ainda, por investidores individuais que disponham de capital para investir nesta atividade. Os investidores, geralmente, reúnem-se em fundos (empresas com figura jurídica própria) e são chamados de cotistas. Eles compram cotas quando o fundo começa a funcionar. Essas cotas serão resgatadas quando o investimento feito em um determinado negócio for retirado.

 

Em geral, estes investidores:
• Formam uma parceria operacional estreita com os sócios, e podem trazer gerentes profissionais que ocuparão cargos estratégicos dentro da empresa
• Têm expectativas em termos de propriedade e controle da empresa
• Possuem metas de retorno esperado sobre o investimento, e estratégias de saída claramente definidas para seu capital
• Exigem proteções e preferências contratuais significativas
De forma complementar, a ABVCAP define venture capital como instrumento fundamental no desenvolvimento de mercado de capitais e economias emergentes, que tem se destacado de forma expressiva no Brasil. Trata-se de um tipo de investimento que envolve a participação em empresas com alto potencial de crescimento e rentabilidade, por meio da aquisição de ações ou de outros valores mobiliários (debêntures conversíveis, bônus de subscrição, entre outros), com objetivo de obter ganhos expressivos de capital a médio e longo prazo.

 

O investidor ou fundos de investimentos participam do empreendimento por meio de aquisições de ações ou da compra de parte da empresa emergente. Essa participação, geralmente, chega a 40% do capital total, o que permite ao capitalista opinar e participar formalmente, por exemplo, do conselho diretivo da empresa. O venture capital fica investido, geralmente, de 2 a 10 anos, e é recuperado após o desenvolvimento da empresa, por meio da recompra da parte societária pelo empreendedor, da venda total ou parcial da empresa, ou ainda pela abertura de capital na bolsa de valores.

 

Por meio do venture capital e do private equity, pequenas e médias empresas que pretendam transforma-se em grandes companhias, passam a dispor de oportunidades para financiar o seu crescimento, com apoio para a criação de estruturas adequadas de governança corporativa, foco no crescimento e lucratividade, bem como na sustentabilidade do negócio.

 

Enquanto o venture capital está relacionado a empreendimentos em fase inicial, o private equity está ligado a empresas mais maduras, em fase de reestruturação, consolidação e/ou expansão de seus negócios. A essência do investimento está em compartilhar os riscos do negócio, selando uma união de esforços entre gestores e investidores para agregar valor à empresa investida. Os investimentos podem ser direcionados para qualquer setor que tenha perspectiva de grande crescimento e rentabilidade a longo prazo, de acordo com o foco de investimentos definido pelos investidores ou fundos.

 

Antes de buscar recursos de venture capital, o empreendedor deve se perguntar:
• Tenho ambição de promover um crescimento elevado na minha empresa?
• Estou disposto a vender uma parte da minha empresa para um investidor, tornando-o sócio do meu negócio?

 

Para obter qualquer tipo de capital é preciso planejamento. Portanto, antes de se apresentar a qualquer fonte de venture capital, o empreendedor deve:
• Estruturar um bom plano de negócios
• Colocar-se no lugar do investidor e criticar o seu negócio
• Saber de quanto vai precisar e para que será utilizado
• Avaliar se há compatilibilidade com os novos sócios, testanto o relacionamento, os princípios e valores empresariais
• Avaliar se está preparado para iniciar as negociações e abrir a empresa para o controle externo

 

Venture Capital x Financiamento

 

Também chamado de capital empreendedor ou capital de risco, o venture capital originou-se no mercado financeiro tradicional e atua na criação e no desenvolvimento de empresas.

 

Os principais objetivos são:
– para o investidor – lucro
– para o empreendedor – valorização da empresa

 

As principais diferenças entre venture capital e financiamento são:
Venture capital Financiamento
– risco do prejuízo é do investidor – risco é do tomador
– concessão de participação acionária – contratação de dívida
– pagamento de juros
– necessidade de viabilidade econômica – necessidade de garantias e avalistas

 

Fontes:
ABVCAP – Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capitalwww.abvcap.com.br
Capital de Risco – guia prático para empresas nascentes (Instituto Inovação)
SP Ventureswww.spventures.com.br


Parse error: syntax error, unexpected 'endif' (T_ENDIF) in /var/www/html/ibmec.org.br/web/instituto/wp-content/themes/Divi/sidebar.php on line 17